MBC destaca ações em Relatório Anual de 2020

Ativo 1 17 Março, 2021

O Movimento Brasil Competitivo disponibiliza a partir desta quarta-feira, 17, o Relatório Anual de 2020 com os principais projetos realizados pela organização durante o ano passado. As ações foram baseadas nos quatro pilares da organização: governança e gestão pública, economia digital, custo Brasil e educação. Além disso, o documento destaca a forma como a instituição encontrou para enfrentar a situação da crise mundial provocada pela Covid-19.

“Enfrentamos a situação colocando nossa experiência e expertise a serviço de governos e lideranças do setor público e privado. Procuramos nossas empresas associadas para que, juntos, apresentássemos projetos e soluções que auxiliassem no combate à doença”, revela o documento.

Na defesa de temas fundamentais para o desenvolvimento do país, a organização acredita que a sua missão, visão e pilares dão certeza de que está no caminho certo, porque esses fundamentos dão base a um projeto de nação de futuro e uma política equilibrada de enfrentamento a crises regionais e mundiais.

Entre os projetos se destacam o desenvolvimento dos estudos técnicos para a implantação do novo contorno viário do Rodoanel Metropolitano de Belo Horizonte, em Minas Gerais (MG) que irá permitir melhor mobilidade e segurança de usuários. “Estamos buscando o máximo de segurança para o traçado. Por isso, nos preocupamos em ouvir o mercado e apoiamos o governo do estado na elaboração do Decreto de Utilidade Pública”, afirma o diretor executivo do MBC, Romeu Neto.

Em 2020, o MBC também entregou um projeto de extrema importância para o Legislativo: a proposta de reforma Administrativa da Câmara dos Deputados. O MBC participou de forma efetiva desta construção, uma parceria com servidores da Casa, baseada em estudos conduzidos pela Falconi Consultoria. O mapeamento dos fluxos de trabalho e as sugestões de melhoria de gestão, foram discutidos e consolidados por uma equipe técnica da Câmara. O documento foi lançado pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia, com a participação do diretor da Câmara, Sérgio Sampaio no dia 2 de setembro. A reforma administrativa da prevê uma economia de r$ 440 milhões por ano, de acordo com direção da Câmara.

Na segunda etapa do projeto do custo Brasil, a organização apoiou de forma técnica o governo federal por meio do Ministério da Economia. Foram realizados mapeamento, classificação e avaliação de mais de mil propostas para a elaboração de ações de governo que possam impactar o custo Brasil. Desse total, 542 estão em análise, 215 implementadas ou em fase de implementação. Os impactos dessas proposições também foram estimados. Se implementadas em sua totalidade, essa agenda tem o potencial de reduzir R$ 714 bilhões do custo brasil. Do potencial total de impacto já calculado, R$47 bilhões já foram capturados e mais R$191 bilhões serão até 2022.

O Relatório Anual do MBC 2020 estará disponível para leitura completa em forma digital.

Acesse a versão aqui.

Assessoria de Comunicação Social do MBC

Inscreva-se na nossa newsletter!

Receba o Acontece no MBC, news mensal que reúne nossas ações e projetos para a melhoria do Brasil

Newsletter (Popup)