TJSP busca ações de melhorias na entrega de seus serviços à sociedade

Ativo 1 27 junho, 2019

A Presidência do Tribunal de Justiça de São Paulo não tem medido esforços nem trabalho para trazer ao serviço público os conceitos de resultados e redução de custos que há muito permeiam as empresas da iniciativa privada. Desde que assumiu a Presidência do TJSP, o desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças, em consonância com o estabelecido no Plano Estratégico da instituição, busca fórmulas e/ou parcerias que tragam melhorias que impactem na entrega dos serviços judiciários à sociedade pagadora de impostos, que custeia o serviço público.

Na manhã desta quarta-feira, 26, o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Pereira Calças, recebeu do Movimento Brasil Competitivo (MBC), a contextualização, as metas e objetivos e os fatores críticos de sucesso, além do cronograma de implantação do projeto “Eficiência da Gestão com foco em resultados”, que será implantado no Judiciário paulistas e cumprido em prazo de dez meses, com controle e captura de resultados semanal (Comitê Executivo), mensal (Comitê Diretivo) e bimestral (Febraban e TSJP).

Entre as metas a serem alcançadas estão o aumento da celeridade dos processos com menor custo e a redução no prazo de aquisições, de manutenção e estoques. Mas não é só isso que se espera, o projeto traz os seguintes benefícios para o TJSP: a) implementa um modelo de gestão utilizado pelas principais organizações públicas e privadas; b) implementa análise de produtividade processual utilizando inteligência artificial e analytics; c) capacita a equipe; d) qualifica o gasto e reduz o desperdício; e) moderniza os processos de trabalho; f) reduz o risco de entregas dos Projetos Estratégicos; g) implementa sistemas de controle; h) aumenta a capacidade de investir e i) valoriza a equipe.

Segundo o presidente do Conselho Superior do MBC, Jorge Gerdau, “o sucesso da atividade-fim vem pela colaboração da atividade-meio. Estamos extremamente esperançosos que esse projeto sirva não só para São Paulo, mas que possa expandir para todo o Brasil”. O presidente Pereira Calças também compartilha desse sentimento. “Tenho certeza de que esse projeto trará um resultado altamente positivo para São Paulo e o Brasil. Vamos arregaçar as mangas e trabalhar, todos com espírito de empreendedorismo. Com a soma de esforços cumpriremos o nosso dever”.

Fonte: Tribunal de Justiça de São Paulo