Indústria 4.0 é tema do Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia

Ativo 1 11 Fevereiro, 2019

A Indústria 4.0, também conhecida como manufatura avançada ou indústria inteligente configura-se como importante mudança de paradigma em relação à maneira como as fábricas operam. Nessa visão de futuro, ocorre uma completa descentralização do controle dos processos produtivos e uma proliferação de dispositivos inteligentes interconectados ao longo de toda a cadeia produtiva e logística.

O nome Indústria 4.0 refere-se à 4ª revolução industrial, caracterizada pela integração e o controle remotos da produção, a partir de sensores e equipamentos conectados em rede, associados a sistemas ciberfísicos, dados e serviços inteligentes de internet. É entendida como o futuro da produção, dentro de um esforço para revitalização das empresas e pela busca de liderança tecnológica em mercados globais cada vez mais competitivos.

Tal instigante área é o tema do Prêmio Mercosul de Ciência & Tecnologia, que está com inscrições abertas até 31 de maio de 2019. Podem participar estudantes e pesquisadores residentes nos países membros ou associados ao Mercosul: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

A inscrição individual ou em equipe deve ser feita no endereço: www.premiomercosul.cnpq.br em uma das cinco categorias:

A premiação consiste em quantias em dinheiro para os agraciados com o primeiro lugar em cada categoria, variando de US$ 2.000,00 (para a categoria Iniciação Científica) a US$ 10.000,00 (para a modalidade Integração). Os vencedores também recebem, cada um, um troféu. Os contemplados com Menção Honrosa recebem placas. Todos os trabalhos premiados são publicados em livro.

Os trabalhos submetidos ao Prêmio devem abordar uma ou mais das seguintes linhas de pesquisa:

1. Inovação, tecnologias disruptivas e novos modelos de negócio

  • Uso de tecnologias disruptivas para impulsionar as organizações, aumentar a produtividade e inserir a inovação nas etapas do processo produtivo.
  • Novos modelos de negócios impulsionados pelas transformações causadas nos processos industriais

2.  Agricultura 4.0

  • Utilização de novas tecnologias para contribuir para a produção e industrialização de produtos agrícolas.
  • Utilização da Agricultura 4.0 (TICs e novas tecnologias digitais) para elevar os índices de produtividade, da eficiência do uso de insumos, da redução dos custos com mão-de-obra, melhoria da qualidade do trabalho e segurança dos trabalhadores, e a redução dos impactos ao meio ambiente.

3. Manufatura Avançada e futuro do trabalho

  • Impactos da Indústria 4.0 na sociedade e nos modelos tradicionais de trabalho
  • Como as novas tecnologias mudam o cenário de trabalho e as competências e habilidades necessárias para o trabalho.

Sobre o prêmio

Criado em 1998, o Prêmio Mercosul de Ciência & Tecnologia é uma iniciativa da Reunião Especializada em Ciência e Tecnologia do MERCOSUL (RECyT) e dos organismos de ciência e tecnologia dos países membros e associados ao MERCOSUL, organizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação do Brasil (MCTIC) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), e conta com o apoio institucional do Movimento Brasil Competitivo (MBC).

O Prêmio tem como objetivos reconhecer e premiar trabalhos que representem potencial contribuição para o desenvolvimento científico e tecnológico dos países membros e associados ao MERCOSUL.

Visa também incentivar a realização de pesquisa científica e tecnológica e a inovação no MERCOSUL, e contribuir para o processo de integração regional entre os países membros e associados, mediante incremento na difusão das realizações e dos avanços no campo do desenvolvimento científico e tecnológico no MERCOSUL.

Fonte: Minas Faz Ciências