Infraestrutura de transportes no Brasil e os impactos no crescimento do PIB

Ativo 1 Maio, 2017

Investimentos de R$ 660 bilhões em infraestrutura de transporte no Brasil, em cinco anos, poderiam gerar impactos de R$ 107 bilhões anuais no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, o que aumentaria a taxa de crescimento do PIB Industrial e Agrícola em até 35%.

A análise é resultado do estudo “Infraestrutura de Transportes no Brasil e os Impactos de Investimentos no Crescimento do PIB”, realizado pela Strategy &, a pedido do Movimento Brasil Competitivo (MBC), em 2014.

O levantamento aponta a necessidade de reduzir a ineficiência no sistema de transportes e ampliar o mix de modais e fluxos. De acordo com a análise, um pacote adequado e sustentável de investimentos geraria redução do custo de produtos brasileiros, aumentaria a competitividade no mercado doméstico e internacional, potencializando a demanda, com impacto positivo no PIB. A aplicação correta dos recursos significaria diminuir tempo de espera e filas de navios, caminhões, além de enxugar custos de manutenção.

Raios X do setor de transportes:

  • Estima-se que a ineficiência logística no Brasil custe mais de R$ 49 bilhões (dados da época do estudo) por ano;
  • É necessário investir R$ 660 bilhões (valores estimados na época do estudo) em infraestrutura de transportes nos próximos cinco anos;
  • Resultados dos benchmarks apontam para potenciais ganhos de até R$ 107 bilhões por ano no PIB, aumentando a taxa de crescimento do PIB industrial e Agrícola em até 35% (de acordo com os valores obtidos na época do estudo);
  • Além dos investimentos em infraestrutura, é necessário tratar as lacunas decorrentes da alta carga tributária e de disponibilidade de financiamento.