Movimento Brasil Competitivo



Diminuir Texto
Aumentar Texto
Glossário
Relatório Focus
Resumo Semanal
03 a 07/04/17

Crescimento

  • Mercado reajusta a previsão de crescimento econômico neste ano. O resultado projetado para o PIB vai de 0,47% para 0,41%;
  • Estabilidade nas expectativas para o PIB no próximo ano, que cresceria 2,50%;
  • Segue constante projeção para a produção industrial em 2017, em 1,20%, após reajuste para baixo na semana anterior;
  • Crescimento na projeção para produção industrial para o ano que vem, de 2,06% para 2,19%.

 

Inflação

  • Pela quinta semana consecutiva, mercado reduz previsão de inflação para 2017, de 4,10% para 4,09%;
  • Previsão de inflação para 2018 cai de 4,50% para 4,46%.

 

Taxa de Câmbio e Taxa de Juros

  • Mercado reajusta previsão para a taxa de câmbio ao fim de 2017, de R$/US$ 3,25 para R$/US$ 3,23;
  • Após algumas semanas de estabilidade, mercado reduz a projeção de taxa de câmbio para 2018, de R$/US$ 3,37 para R$/US$ 3,40;
  • Taxa Selic esperada para este ano é menor pela segunda semana consecutiva, passando de 8,70% para 8,50%;
  • Para 2018, Taxa Selic projetada segue em 8,50%.

 

Notícias do Mercado

  • A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) desacelerou para 0,25% em março, após chegar a 0,33% em fevereiro, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É a menor taxa para o mês desde 2012, quando foi de 0,21%. A alta acumulada nos três primeiros meses de 2017 é de 0,96%, o menor resultado para primeiro trimestre desde o início do Plano Real, em 1994. Nos 12 meses encerrados em março, o avanço do índice foi de 4,57%, contra  4,76% acumulados até fevereiro;
  • A equipe econômica do Ministério da Fazenda anunciou na última semana a nova meta de resultado primário para o governo central em 2018, de déficit de R$ 129 bilhões (1,8% do PIB). A meta anterior era de resultado negativo de R$ 79 bilhões. Para 2017, a meta do governo central é de déficit de R$ 139 bilhões. Segundo as projeções, o governo central brasileiro só atingiria um superávit em seu resultado primário em 2020, de R$ 10 bilhões (0,1% do PIB);
  • Segundo o IBGE, o crescimento da produção industrial em fevereiro foi de 0,1%, na comparação com o mês anterior, já feitos os ajustes sazonais. Na comparação com fevereiro de 2016, a produção industrial caiu 0,8%, após avançar 1,4% em janeiro, quando interrompeu 34 meses consecutivos de resultados negativos nesse tipo de comparação. No ano de 2017, até o momento, a produção industrial subiu 0,3%. Nos 12 meses encerrados em fevereiro, houve baixa de 4,8%.
 
Voltar
{Ir para o topo}



MBC

Setor Comercial Norte, Quadra 1, Bloco C
Sala 1708, Ed. Brasília Trade Center
CEP 70.711-902 - Brasília, DF
55 61 3329 2101 | 55 61 3329 2102
mbc@mbc.org.br

© 2014 Movimento Brasil Competitivo. Todos os direitos reservados.