Movimento Brasil Competitivo



Diminuir Texto
Aumentar Texto
Glossário
Relatório Focus
Resumo Semanal
03 a 07/07/17

Crescimento

  • Resultado do PIB esperado para este ano cai em relação às expectativas da última semana. O crescimento projetado para 2017 vai de 0,39% para 0,34%;
  • Para 2018, expectativas para o PIB permanecem constantes em crescimento de 2,00%;
  • Otimismo em relação à indústria leva expectativas para cima. Crescimento esperado neste ano vai de 0,66% para 0,84%;
  • Em 2018, resultado esperado para a industrial segue em crescimento de 2,50%.

 

Inflação

  • Pela sexta semana consecutiva, a inflação esperada pelo mercado é menor. Projeção para o IPCA neste ano vai de 3,46% para 3,38%;
  • Para o próximo ano, expectativa de inflação cai na margem, passando de 4,25% para 4,24%;
  • Inflação esperada para preços administrados (exemplo de água, luz, transporte) cai de 5,10% para 5,08% em 2017, e permanece constante em 4,70% em 2018.

 

Taxa de Câmbio e Taxa de Juros

  • Taxa de câmbio esperada ao final de 2017 permanece constante em R$/US$ 3,35;
  • Expectativas são maiores para taxa de câmbio ao fim de 2018, passando de R$/US$ 3,40 para R$/US$ 3,45;
  • Taxa Selic esperada neste ano sofre alterações, passando de 8,50% para 8,25%;
  • Para 2018, a taxa Selic prevista pelo mercado também é menor, passando de 8,25% para 8,00%.

 

Notícias do Mercado

  • O IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – registrou queda de 0,23% em junho, em relação ao último mês, segundo o IBGE. No mês anterior, ele havia avançado 0,31%, influenciado fortemente pela energia elétrica. A queda no índice em pleno mês de junho é a primeira registrada desde o ano de 2006. Em junho de 2016, o IPCA apresentou alta de 0,35%. Nos doze meses encerrados em junho, a inflação registrada pelo índice foi de 3%;
  • A produção industrial avançou 0,8% em maio em relação ao mês imediatamente anterior, segundo a Pesquisa Industrial Mensal (PIM) divulgada pelo IBGE. Na comparação com maio de 2016, a produção industrial subiu 4,0%. No total, o crescimento registrado neste ano é de 0,5%. Apesar do índice positivo, nos últimos doze meses a queda acumulada chegou a 2,4%. Dentre os 24 setores inclusos na pesquisa, 17 apresentaram resultado positivo no quinto mês do ano. O maior crescimento foi registrado na produção de bens de consumo duráveis (6,7%), refletindo o aumento da produção de veículos no mês, de 12,9%;
  • O saldo da balança comercial brasileira em junho foi positivo, registrando um superávit de US$ 7,2 bilhões. Observou-se um aumento nos resultados via exportações, enquanto as importações seguem em ritmo lento, de acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Esse resultado é equivalente a um superávit de US$ 70 bilhões, realizados os ajustes sazonais. De forma específica, as exportações somaram US$ 19,8 bilhões, superando as importações, que alcançaram US$ 12,6 bilhões. O saldo da balança comercial acumulou superávit de US$ 36,2 bilhões no ano.
 
Voltar
{Ir para o topo}



MBC

Setor Comercial Norte, Quadra 1, Bloco C
Sala 1708, Ed. Brasília Trade Center
CEP 70.711-902 - Brasília, DF
55 61 3329 2101 | 55 61 3329 2102
mbc@mbc.org.br

© 2014 Movimento Brasil Competitivo. Todos os direitos reservados.